ADOTE UM ANIMAL DEFICIENTE!
Diante dos milhares de casos de abandono de animais pelas ruas do Brasil, o incentivo a adoção, visa diminuir a população de animais desabrigados, mas o problema é que se para os animais sem raça já está difícil encontrar um novo lar, imagine para os animais idosos e os com deficiência física que o índice de abandono é maior.
Apesar da triste realidade, existem vários tipos de terapias que têm o objetivo de dar qualidade de vida a estes animais.  Esses animais são rejeitados porque seus donos acreditam que eles darão muito trabalho devido as necessidades especiais. A paralisia de membros é a limitação mais freqüente em cães e os principais casos são os animais com problemas de coluna que evoluem para uma paralisia, sendo comum em raças com a coluna longa e patas curtas. Também são acometidos por atropelamento que ocasiona lesões irreversíveis na coluna.
Os problemas de locomoção podem ser amenizados com o uso de cadeirinhas de rodas, feitas exclusivamente para cada animal deficiente.
Além dos animais que nascem cegos, muitos animais perdem a visão devido aos maus-tratos.  Já no caso dos animais surdos eles podem se adaptar as mais diversas situações e ambientes, requerendo somente um pouco mais de disposição e dedicação.

Ter um animal deficiente é um gesto de amor, eles podem dar algum trabalho, mas são tão capazes quanto qualquer animal sem deficiência.